Curitiba

Centro de Mídia Independente

Relato da Manifestação contra Impactos da Copa 2014


A comunidade dos bairros de Boneca do Iguaçu e de São Cristovão, situados em São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba, foi, na manhã de segunda-feira, palco de uma manifestação pública pacífica contra várias obras a serem realizadas pela Coordenação da Região Metropolitana Curitiba (COMEC) - sem consulta prévia à população e sem contar com Estudos de Impacto de Vizinhança.

Essas obras, assim como diversas outras que estão ocorrendo na metrópole, tem o intuito de promover a Copa do Mundo de Futebol de 2014 e contam com financiamento do Governo Federal, através do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Está claro, para @s manifestantes, que as ações autoritárias da COMEC violam os direitos humanos, já que estão colocando um interesse individual sobre o interesse coletivo.

A gota d’água foi a construção de uma trincheira na rua Arapongas que, além de abalar a estrutura da igreja local e dificultar o acesso aos principais comércios, cercará a Escola Municipal Pe. Pedro Fuss com três avenidas rápidas, colocando em risco a segurança d@s pedestres. Agora, com apoio da Paróquia São Cristovão, o Conselho de Desenvolvimento Social (Projeto Noé), e o Comitê Popular da Copa de Curitiba se organizassem neste ato legítimo, a comunidade está se organizando e indo para as ruas. A passeata, cuja concentração ocorreu em frente a Paróquia São Cristovão, aconteceu de forma apartidária e contou com aproximadamente 200 pessoas - munidas de faixas, gritos, marchinhas e carro de som - que partiram em direção à Prefeitura de S.J dos Pinhais.

Após serem barradas no portão e, logo depois, no estacionamento da Prefeitura, foram recebidas por um representante do prefeito que desculpou-se no microfone, prometeu que tudo iria se resolver e, claro, não deixou de “jogar confetes” na prefeitura. Algumas pessoas fizeram falas críticas, que contextualizaram o problema da comunidade, e entregaram ao representante o “Dossiê das Violações”. Este dossiê é um volumoso documento nacional, com informações sobre os crimes que serão cometidos em nome da Copa do Mundo (despejos e remoções, violações dos direitos de trabalho, etc.) e que será entregue em todas as cidades-sedes da Copa no Brasil.

O dossiê de S.J dos Pinhais, além de todas as denúncias, também conta com uma alternativa à construção da trincheira, que aponta ruas paralelas, elaborada pel@s própri@s moradore@s. Depois das reivindicações na Prefeitura Municipal, @s manifestantes dirigiram-se à Câmara Municipal de Vereadores e, dessa vez, conseguiram entrar para entregar o dossiê. A manifestação terminou no calçadão da Rua XV de Novembro, em S.J dos Pinhais, com a promessa de dar continuidade à “luta da trincheira”.

One Response to Relato da Manifestação contra Impactos da Copa 2014


Comments


Trackbacks & Pingbacks »»

  1. […] Leia mais sobre a mobilização: blogs.midiaindependente.org/curitiba […]

Comments are closed